segunda-feira, 19 de abril de 2010

E quando eu menos esperava, e por quem eu nunca imaginava, meu coração bateu novamente mais forte. E tu, que eras para mim um simples ser humano, hoje é a face que não sai da minha visão, o corpo que mais procuro ao meu redor. Minhas mãos agora só querem tocar teus braços, não querem mais procurar mãos outras. Minha mente repete teu nome incasavelmente, e eu, que queria apenas ser livre, hoje me prendo ao desejo por ti.

Um comentário:

mhiato disse...

nós vamos estar juntos até quando não estamos perto.